terça-feira, 15 de novembro de 2016

POESIA DE LUFAGUE

Mensajes de Luz , neste belíssimo entardecer , mostra poema 
atual subscrito por nossa querida amiga e poetisa cearense , 
Lucia de Fátima , nos admiráveis versos abaixo  :

      NAMORANDO  A  LUA 

O tempo em redemoinho 
Gira ao meu redor . . . 
Em aroma de primavera e assédio 

Um murmúrio me diz para ter urgência
Eu respondo : Sei respirar sozinha 
Ele então me lembra a finitude
Me é generosamente doada a conta-gotas . . . 

Como se eu não o retribuísse 
Com a beleza dos meus olhos castanhos .

Ele então pondera : Que todos os amores 
Findam abandonados na escuridão 
Ele finge não ver as luzes acesas 
Que lhe ofereço no agora .

Insensível ele me presenteia a solidão 
Não percebe que deposito nela 
Minha companhia em confiança
Aconchegada às silenciosas lembranças . . .

Enfim , na velocidade saltitante de seu pé
Ele rodopia , e vangloria-se de ser absoluto 
Ser infinitos lampejos pontuais . . .

Eu silencio , e discretamente lhe furto :
O brilho cintilante das estrelas à noite 
Os ínfimos momentos de felicidade
Quando estou namorando a Lua . . . 

                   L u f a g u e 

Querida  amiga e poetisa :  Não poderia haver momento melhor , para expor em nossa página um poema tão especial que leva tua assinatura ,  já conhecida daqueles  que admiram teus escritos .
O título em exposição , foi destaque de hoje na página do face achei por bem , exibi-lo aqui .
Para conformar tuas lindas estrofes , busquei no cancioneiro popular brasileiro , um ícone de nosso romantismo , na voz
de Claudia Teles , a música  " Fim De Tarde " , captação no site
do Youtube .
A imagem escolhida é a mesma de tua exposição no facebook .
Postagem dedicada à você e amigos visitantes de nossa página .

A todos , desejos de Paz e Bem .
Jerônimo  Sales .



                Use fone de ouvido , siga link acima  :

2 comentários:

Maria Ilza Santos de Sousa Alves disse...

Lindo poema. Vídeo maravilhoso. Tudo perfeito. A lua encanta e inspiração os admirsdores. Bjo grande Jerônimo Sales

Anônimo disse...

Obrigada, amigo poeta, sempre gentil com meus escritos, adorei a boa escolha do vídeo.

Carinho, Lu