segunda-feira, 9 de novembro de 2015

POESIA DE ZULEIDE LOUZADA

Mensajes  de  Luz  ,  publica  com  satisfação ,  a  primeira 
poesia  de  nossa  querida  amiga  Zuleide  Louzada ,  com 
quem  temos  também  entrelaçamento  parental .
Vejamos  os  belos  versos  a  seguir  expostos  : 

       R E F L E X O 

No  teu  olhar  posso  ver ,  água  cristalina 
Que  me  banha ,  em  fios  de  desejos . . .
Beijar  tua  boca  macia ,  e  despir  teu  sorriso
Encantador !

Minha  alma  canta ,  em  lindos  momentos
Nessa  euforia ,  de  puros  sentimentos 
Teus  cabelos ,  brilhantes  e  dourados 
Como  raios  de  sol . . . 

Moldura  perfeita ,  esculpida  no  teu  rosto
Mostrando  suavidade  e  rara  beleza 
Mãos  que  deslizam ,  em  escultura  de  anjo
Angelical ?

Quem  sabe ,   talvez , miragem  a  transformar
Amor  desconhecido ,  na  ânsia  de  mudança
Em  sentimento ,  que  remete  sorrateiramente
A  viver  uma  nova ,  e  incontida  paixão . . .

Um  novo  amanhã ,  certamente  virá
E  com  ele ,  um  poeta  a  dançar ,  tal  qual
Borboletas ,  que  beijando  as  flores
Transformando-se  em  momento  único .
                      Até  quando  ?

         Z u l e i d e   L o u z a d a
                       
Querida  prima  e  amiga  :  Parabéns  pelo  teu  primeiro 
trabalho literário  publicado  em  nosso  blog .  
Nossa  fada  madrinha  Anamar  da  Argentina ,  com  toda  a atenção  e  cordialidade ,  valorizou  tua  poesia  na  arte  final .  
A  escolha  da  canção  foi  determinada  pelo  sentimento expressado  nos  teus  versos .
Fomos  buscar  em  Marina  Lima  a  belíssima  canção  com  
o  título  "  Fullgás  " cuja  letra  faz  conformar  com  os  teus sentimentos  contidos  em   "  Reflexo  " , captação  Youtube . 
A  imagem ,  consta  de  desenho  muito  especial ,  montado
por  nossa  amiga  Anamar .
Postagem  dedicada  a  você ,  e  aos  amigos  visitantes .

A  todos ,  desejos  de  Paz  e  Bem .
Jerônimo  Sales .



Use  fone  de  ouvido ,  siga  o  link  acima  :


                                 

2 comentários:

Lufague disse...

Um poema leve e sensual, o "poemagem" e música belíssimos.Parabéns!poetisas...

Maria Ilza Santos de Sousa Alves disse...

Até quando o coração permitir.
O amor transborda as linhas da vida
abre espaço para os sentimentos mais puros.
Quando as palavras já não são mais suficientes
os olhares se cruzam como se fosse uma página escrita
e respondem a todas as dúvidas presentes.

Escrever é uma arte que encanta a nossa vida. Que diga nosso amigo Jerônimo Sales. Bjoooooos.